Meu centenário

Manaus, 25 de Maio de 2013

Garantido vem chegando, vem transbordando o seu legado

Em 100 anos traz a sua história, lembranças de um amor, de força e de conquista, Garantido o meu boi lendário, Garantido O Boi do Centenário

São 100 anos de luta, de amor e muita garra, são 100 anos de ti meu Garantido, minha joia rara

Meu centenário, meu Garantido, meu brinquedo de criança, meu boi mais querido

Centenário de amor, centenário de paixão, cem anos de vida, de cadência e tradição

Quem um dia miscigenou, ultrapassando as barreiras da diferença, mostrando ao mundo o seu sonhar, que ao som desta dança todos juntos podem brincar

Meu boi simples, meu boi de pano, meu branquinho, quem tanto amo

Falo destes 100 porque te amo, por vivo o teu sonhar, por que sei que a cada instante mais de ti em mim vou eternizar

Garantido você é a encarnação, a realidade de um sonho de um menino que queima em cada torcedor “obrigado Monte Verde, pois ao mundo o nosso Garantido tu doou!”

Garantido meu amor, Garantido meu boi, meu centenário, em ti vejo correr meu calendário

É difícil expressa e poder dizer, mas sei que de tudo tu es o mais preciso, Garantido meu bondoso

Tu vens de branco, trazendo paz, traz a expressão do coração, dançando girando o mundo ao som desta paixão

Todas as canções, todas as poesias, todos os ritmos e melodias tentam tecer quem tu es, mas nada no mundo conseguirá te expressar, nem que tente, nunca serão nem o teu falar

Tu es a expressão, a força, tu es Garantido o meu centenário, o meu amor, que tu sejas tu em fim onde eu for

Escrito por: Maikon R. de Assis (Sr. Patrono)

Ana Luiza Faria Sinhazinha da Fazendo acariciando o Boi Garantido

Ana Luiza Faria Sinhazinha da Fazendo acariciando o Boi Garantido

Garantido o boi do centenário

Manaus, 13 de fevereiro de 2013

A terra treme eu posso sentir e a alegria do meu boi que vem me invadir

Meu coração pulsa em um ritmo acelerado, esta é a emoção de vê meu boi, meu Garantido o boi do centenário

Ele vem surgindo branco e imaculado, vem gingando vem meu boi o touro apaixonado

Sua marca e o coração, rei dos sentimentos, condutor desta paixão

Meu Garantido, meu amor, meu encantamento sem igual, meu Garantido, minha história imortal

Sou homem, eu sou mulher, sou a realidade, eu sou a fé

Sou a inocência da criança que acaba de nascer, sou a sabedoria de um velho que se vê

Sou a história, eu sou “100”, eu sou teu boi, eu sou alguém

Tenho nome, tenho identidade, sou o Boi Garantido, sou a tradição de verdade

Sou um eu sou milhão, eu sou forte, eu sou a emoção

Sou teu choro, sou teu riso, sou eu contigo até o fim e não vou me bandear, sou teu agora, teu desejo de brincar

Sou branco como a paz, sou vermelho como o sangue, sou de luz, eu sou paixão, eu sou em “100” anos a eterna tradição

Sou a miscigenação dos povos, sou teu boi guerreiro, sou lendário, sou boi-bumbá, sou Garantido o boi do centenário

Em cem anos de brincadeira e tradição, te agradeço Garantido por ser desta terra deste chão

Meu coração vibra ao te vê bailar, quero a cada dia minha vida em ti eternizar

Garantido tu me conheces bem em muitos anos tu tens me feito alguém

Minha lagrima acolheu e em meus sonhos veio brincar, por muitos anos me perdeu, mas agora veio me encontrar

Garantido o boi do centenário que em tua historia corra muitos calendário

Por toda minha vida eu vou te amar e levar tua bandeira, Garantido tu será minha maior carreira

O que sei é que pra sempre eu vou continuar, vou dançar, vou cantar tuas canções

Garantido o boi do centenário eterno, apaixonado, Garantido é meu boi, o meu amor, esta eu onde for, será pra sempre meu eterno amor

Escrito por: Maikon R. de Assis (Sr. Patrono)

Imagem comemorativa Garantido o boi do centenário http://www.boigarantido.com.br/

Imagem comemorativa Garantido o boi do centenário http://www.boigarantido.com.br/

Ao meu boi, meu Garantido

Este ano sem dúvida será um ano histórico, um marco na minha vida e na vida de milhares de torcedores amantes do Boi Garantido, são 100 anos de muito amor, de muita paixão, de conquistas e vitorias, são 100 anos levando a emoção e a celebração da alegria aos povos do mundo inteiro, e este não será diferente, este ano é do meu boi é do Garantido “O boi do centenário”.

Corações vermelhos vão pulsar frenéticos vamos vibrar este ano na arena bailando dois pra lá, dois pra cá ao som da batida do tambor do verdadeiro “100”, Garantido “O boi do centenário”.

“Meu amor primeiro, meu amor verdadeiro, meu amor de menino que na minha infância meu deu asas, Garantido minha paixão.”

Não quero aqui fazer apologia ao meu amor, não! Mas quando o amor é verdadeiro e intenso queremos falar, queremos que todos saibam deste fino sentimento que há em nós. Te amo Garantido!

Ao contrário eu digo: venha contrario e celebre conosco, venha fazer desta festa a maior em toda história, será lindo competir contigo mais esta vez, a final são 100 anos de tradição. Chega junto contrário.

Festa da Raça

Boi Garantido

Compositor: Chico da Silva

A festa é mais intensa no meu boi
A raça não se cansa de brincar
E o ritmo não pára
Porque é assim que gosta a batucada
O mundo gira junto com você
A dois é bem melhor pra ser feliz
As luzes se confundem com o som
E o balanço da toada…

Escrito por: Maikon R. de Assis (Sr. Patrono)

Garantido o boi do Centenário: O Centenário do Garantido

Imagem comemorativa O Centenário do Garantido http://www.boigarantido.com.br/

Uma palavra de amor

Meus amigos estou vivendo um dilema… É bem difícil separar a vida pessoal do profissional ou vice e versa… Todos sabem de meu personagem o Sr. Patrono (é como assino meus poemas e todos os meus textos), mas recentemente recebi uma critica, mas uma critica bem construtiva e que confesso que gostei bastante, me pareceu bem pertinente e me chamou atenção para um lado que eu não estava enxergando.

Eu, Maikon sou filho da terra, claro e tenho minhas preferencias como pessoa, gosto de chocolate, de ler, de escrever, gosto de estar com os meus amigos e muitas outras coisa, gosto do verde, do vermelho, não tenho preferência por futebol, amo Beyoncé, Christina Aguilhera, Lady gaga e muitas outras, gosto de música gospel e meu instrumento musical e o sax, mas onde quero chegar com tudo isso?

Recentemente uma pessoa que não quis se identificar me criticou por eu falar tanto do Boi Garantido em meu Facebook  e por escrever um poema em sua homenagem (Eterna tradição) e posta-lo em meu blog, primeiro quero dizer que não estou replicando o que foi comentado, que pelo contrario eu gostei da critica “se vc se diz ser um poeta, pq tens tanta preferencias, se vc fala de cultura popular como pode promover apenas uma das partes, qndo há bem mais a ser falado”, bem eu torço pelo Garantido, meu boi bumba, meu boi do coração, mas “EU” Maikon, já o Sr. Patrono não exibi distinção, ele fala o que remete seu coração, claro poderia falar muito do Boi Bumba Caprichoso, mas como poderia falar do que não estou sentindo no momento, confesso ao minha galera vermelha e branca que quando me sentir tocado e movido falarei e levarei ao mundo um pouco mais do Diamante Negro da América o Boi Bumba Caprichoso.

Não sei como me colocar diante disto, me deixou meio confuso, pois de um lado esta minha intima paixão e do outro lado o mundo pedindo mais de mim sem que eu possa ter mais de mim.

Quero dizer a galera azul e branca que o Festival Folclórico de Parintins é só uma brincadeira, uma brincadeira com muitas responsabilidades, mas somente isto. A marujada eu digo admiro sua garra e força, o talento manifestado e suas diversidades, parabenizo por serem de força por sua fé, de terem essa garra que carrega a estrela na testa, você Boi Bumba Caprichoso tem meu respeito, mas claro não posso deixar de falar do meu boi mais querido, falar que meu Garantido é único para mim, mas quero que todos lembrem isto tudo é só uma oportunidade de nos divertirmos!

Maikon Rodrigo C. de Assis (Sr. Patrono)

Boi Bumba Caprichoso e Boi Bumba Garantido

Boi Bumba Caprichoso e Boi Bumba Garantido

Eterna tradição

Na sutileza do amor eu quero cantar, cantar a esperança como um sentimento de criança a brincar

Quero cantar a alegria, cantar a fantasia, cantar o ontem, o hoje e o sempre, quero cantar este amor que há entre a gente

Sou teu apaixonado e te faço meu rei

Sou teu na mocidade, sou teu e carrego tua verdade. E por onde eu irei?

Sou teu e quero expressar, expressar minha alegria por todos estes dias em tua arena me eternizar

Bate coração, bate sem parar, bate coração da tradição por todo o mundo a encantar

Quero viver tua alegria, tua dor

Quero viver teus sentimentos onde for

Quero ser livre pra pular no ritmo da batida do teu coração

Quero ser vivo Garantido, em teu sorriso canta eterna tradição

Quero em um assobio fazer bailar

Cantar esta canção e desta cama te motivar a levantar

Quero esta sempre aqui por perto e sair deste deserto, quero me mover por esta paixão

Quero como um apaixonado correr por todos os lados, dizendo linda e minha eterna tradição

Sei que sou um entre me milhares, sei que sou como um espasmo de luz

Sei que na vida me faz valer a vontade de viver, pois me mostra a cada dia que em teu olhar eu vou permanecer

Tu és meu Boi Garantido, um amor antigo e que guardo dentro de mim

Tu és meu e não posso negar, pois vejo na cor desta bandeira o caminho certo a trilhar

Meu Garantido me mostra que me quer bem, permita que mais que longe meu coração possa ir além

Sou simples e não tenho muito, sou pequeno e me perco entre tantos

Sou teu apaixonado, por teu coração vermelho enfeitiçado

Tu és minha coragem Garantido, minha evolução de humanidade

Tu és minha dose de sanidade em meio tão grande mancha de rancor

Tu és Garantido o sorriso que embriaga esta dor

Vem bailar, vem pula, vem agora e pra sempre

Pois tu és pra mim Garantido, um sonho de prazer

Tu és minha eterna tradição, meu Boi Garantido, meu boi do coração

by: Maikon R. Costa de Assis (Sr. Patrono)

– Este poema é uma homenagem ao meu boi do coração, o meu Boi Garantido, o boi da raça, o boi do povão.

Boi Bumba Garantido

Boi Bumba Garantido

O Boi Garantido é uma das duas agremiações folclóricas que competem anualmente no Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas.

Preso em teu olhar

As nuvens dos céus desceram e estão em volta de mim

As nuvens dos céus cairão e agora são como o tapete em baixo dos meus pés

As nuvens dos céus trouxeram o que precisava e me fizeram vê por onde eu estava, onde me encontrava

 

Por tanto tempo andei, por tantas horas e não tinha nada a minha vista

Por tanto tempo caminhei e em teus olhos me perdia de vista

Andava desgarrado, andava solto sem direção, ia onde me leva a voz cega de meu coração

 

Meus olhos não enxergavam a distância, nem tão pouco as pedras no meu caminho

Meus olhos tortos e sem rumo me levavam a esse mar, um oceano de espinhos

Meus olhos precisavam só de um olhar, precisava em teus olhos se encontrar

 

Meu dia era escuro, minha noite também, precisava de teu olho do que me faz mais um refém

Meu ano era demorado e corrosivo, explodia minha vida como um forte explosivo

Nunca soube o que era estação, só sabia o que era a dor em meu coração

 

Via o sangue de minhas veias vermelho correndo pintando todo o chão

Via todo esse sangue lavando minhas mãos

Via pra sempre, via a minha frente, via minha mente confusa tocada impunemente, algo que me deixava assim

Via o que me cegava, via teus olhos longe, distantes de mim

 

Precisa em teus olhos me encontrar, precisava estar preso, preso em teu olhar

Precisava descobrir o amor em te achar, eu sabia que estava preso, vivia preso em teu olhar

Precisava de um gole de água, água pura e cristalina, precisava de água, água pra lavar minha retina

Precisava de um momento bom pra poder sonhar, precisa de mais tempo, tempo pra em teu olhar me aprisionar

 

Sou um bandido, mas sou apaixonado

Sou um perdido, confesso todo errado

Sou louco e sem noção, sim eu sou, não queime sua mão

Sou eu isso tudo, mas me orgulho e não posso me arrepender, em teu olhar quero minha vida fazer valer

Sou desesperado, alucinado e encantador, sou esse que tu vê agora, perdido por amor

Eu sou um preso e refém, eu sou o que todo mundo agora reclama, pois só tu tem

Eu sou zangado, mimado, sou eu teu amigo, namorado, quero em minha vida este lar, permanecer preso, preso em teu olhar

 

Teus olhos são castanhos e os meus de que cor são?

Teu olhar e profundo e dominador, em teu olhar eu me perco, esqueço minha dor

Sinto que tuas mãos estão me tocando fazendo meu coração acelerar, mas me sinto preso, preso em teu olhar

Em teu olhar eu estou preso e se fechar apenas um olho ainda estarei lá, por toda minha permanecerei preso, preso em teu olhar

by: Sr. Patrono

Lindsay Lohan

Lindsay Lohan

– Este poema é uma homenagem a Lindsay Lohan (Long Island, 2 de julho de 1986) atriz, cantora, estilista, e compositora norte-americana. Ficou mundialmente conhecida após interpretar irmãs gêmeas no longa-metragem The Parent Trap, em 1998. Seus filmes de maior sucesso são Freaky Friday, de 2003, Confessions of a Teenage Drama Queen, de 2004, Mean Girls, de 2004 e Herbie: Fully Loaded, um remake do filme The Love Bug (br: Se Meu Fusca Falasse), em 2005, e Just My Luck, de 2006. Atualmente, Lindsay Lohan tem trabalhado no meio empresarial, lançando produtos como uma linha de leggings chamada 6126 e também sua linha de bronzeadores, chamados Sevyn-Nine. Lindsay ainda pretende lançar uma linha de joias e tem um terceiro álbum a ser lançado, chamado Spirit in the Dark.

Fonte: Wikipédia

Manaus

O que posso dizer?

Não tenho nem palavras para escrever!

Sei que sou bom com as palavras, mas agora me sinto preso, travado, vejo apenas paredes por todos os lados!

O que posso falar de minha cidade de meu cantinho o que posso dizer desse meu mundo, nele vivo mesmo que apertadinho

Aqui nasci e me criei, aqui nestas ruas tive momentos de rei

O que posso fazer pra te honrar Manaus?

O que posso é ao mundo gritar, Manaus como te amo e pra sempre vou te amar!

Manaus, terra de sonhos um lugar de muitos amores de muitos sabores

Manaus, cidade imortal que completa mais um ano

Manaus, pequena Manaus, mas que dá passos de gigantes

Manaus, minha cidade, minha terra, minha paisagem em meu mundo nossa realidade

Um lugar de dança e muita cor

Um lugar alvo compungido de dor

Um lugar de idéias e de realizações

Um lugar vivo, vestido de compaixão

Um lugar movido pelo ritmo do coração da união e da raça

Uma cidade apaixonante, meu conjugue minha amante

Esta é minha Manaus determinada a ganhar, nesta cidade em muitos eu vou me encontrar!

Manaus vem Manaus hoje é teu dia pode celebrar!

Valeu Manaus neste mundo tu tens o teu lugar

Manaus um município brasileiro a capital do Amazonas

Manaus você fez, você conseguiu e posso dizer que sem você isso não é Brasil

Manaus situada na confluência dos rios Negro e Solimões

Essa é Manaus movida por um oceano de amor e paixoes

“Fundada em 1669 com o forte de São José do Rio Negro. Foi elevada a vila em 1832 com o nome de Manaus, que significa “Mãe dos deuses”, em homenagem à nação indígena dos manaos, sendo legalmente transformada em cidade no dia 24 de outubro de 1848 com o nome de Cidade da Barra do Rio Negro. Somente em 4 de setembro de 1856 voltou a ter seu nome atual”. Citação: Wikipédia A enciclopédia livre

Manaus “Coração da Amazonia” a “Cidade das Floresta”

Mãe dos deuses, Manaus tu é o meu tudo o que nos resta

Manaus eu te peço nao esqueca de mim

Que tu pule, que tu brinque, que tu chore e tenha todas as conquistas, mas que tu não me percas de vista

Que va e alcance teu lugar, que te ponhas entre os grande, mas que se lembre de mim

Em ti pra sempre eu quero me encontrar

Sou de manaus e tenho orgulho em dizer

Manaus obrigado me deste berço ao nascer

Sou da terra e senti o seu chão, Manaus é minha terra de coração

Esse é só mais de muitos outros e quero poder estar contigo

Sou de Manaus e amo esse presente, viva Manaus, que tu viva eternamente!

by: Sr. Patrono

– Este poema foi criado para homenager Manaus capital do Amazonas!

Teatro Amazonas, teatro de Manaus

Teatro Amazonas