Parte 1 – O encontro interior

– Nascido em Manaus-AM / Brasil, Maikon R. C. de Assis vem de uma família humilde e sem muitos recursos, sua mãe se separou quando ele ainda tinha apenas 3 anos de idade. Sua mãe nunca desistiu de lhes oferecer o seu melhor por isso nunca abriu mão de nenhum dos três filhos.

– Maikon sempre teve muitos sonhos e aspirações, e sempre se encontrou envolvido a tantas formas de arte, por mais que ele procurasse a lógica dos cálculos e formula ensinados na escola, logo ele estava ali entre a arte outra vez. Na sua infância sonhou muito em ser um grande desenhista de quadrinho mangas, mas pela falta de apoio o sonho foi se perdendo em meio à vida. O canto e a dança sempre estiveram presentes, nada formal ou profissional, só o prazer por cantar e dançar. Participou de grupos de coral da Igreja Católica Comunidade Santa Helena, sitiada no bairro onde mora com sua mãe é irmãos, participou de grupos de dança na escola onde formou no ensino fundamental. Sua adolescência foi bem preenchida e dividida entre suas responsabilidades e prazeres.

– A partir de 2001 sua família foi deixando os costumes católicos e adotando o lado protestante (evangélico), onde participou de grupos de louvores de Igrejas Evangélicas chegando até a liderar alguns deles. Ainda em 2001 percebeu que poderia escrever, Maikon percebeu que quando unia pensamentos, coração, sentimentos, papel e caneta poderia fazer, escrever coisas lindas. Começou a escrever canções de musicas gospel, mas nunca as mostrava a ninguém, havia certa reserva quanto mostrá-las a alguém.

– Apesar de tudo que escrevi ate agora em todos esses parágrafos, e apesar de tudo trazer e mostrar e facilidades, Maikon sempre sofreu muito com incompreensões e falta de aceitação para o que fazia, muitos não gostavam e o criticavam, recriminavam o que fazia, seja ele, um desenho, a dança, o canto, seja uma história ou um poema. Assim ele começava a se trancar em seu quarto e trabalhar suas ideais, mas ali mesmo sozinho deleitava o prazer de ter algo de que se orgulhar.

– Em 2004 durante a aula Maikon escreveu um texto que iria mudar pra sempre sua história, sua concepção de vida, o poema que mudaria sua visão e lhe daria força pra suportar criticas, sejam elas quais fossem e de quem fosse. Ali durante a aula ele escreveu “Meus Sonhos”, poema que pra ele tornou-se uma referencia, que promoveu o verdadeiro, o encontro interior. Maikon então viu, percebeu que sabia que escrevia e que tinha essa força, e logo, pois a escrever, cada momento, cada dor, cada sorriso, cada lágrima tudo em sua vida refletia uma idéia, um pensamento, uma voz, e suas mãos trabalhavam, as palavras fluíam como água da fonte.

– Mas só em 29 de abril de 2011 que nasceu Sr. Patrono.

– Quem fala estas coisas a vocês é Maikon Rodrigo o Sr. Patrono, e escrevo por que me importo e acho que se são memórias importantes pra mim, serão pra vocês também meus amados leitores. Acredito que é importante que saibam como foi que acabei chegando aqui onde estou agora. Por isso deixo este pequeno resumo que com o passar dos dias ira se tornar mais completo e único pra mim e pra você. Muito obrigado a todos vocês, vocês são minha existência “Sou a alegria, a fantasia, sou estresse o dia-a-dia, eu sou teu, meu de todos nós…”.

by: Sr. Patrono

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s