Ciúmes

Ciúmes eu tenho e confesso a você

Ciúmes eu tenho e não consigo esconder

Tens teu jeito único que chama tudo pra si

Dá um giro no mundo me fazendo cai

 

Ciúmes eu tenho por que te amo

Ciúmes eu tenho dos que te olho

Ciúmes eu tenho e não consigo fazer a roleta girar

Ciúmes eu tenho dos que andam na ânsia de ti se aproximar

 

Ciúmes, muitos ciúmes

Ciúmes que acabam comigo

Ciúmes que me matam me maltratam e me fazem inimigo

Mas é assim mesmo, quem mandou casar com um rei

 

Mas é engraçado, tudo faz parte de um sonho

Em meus devaneios, delírios e ilusão

Mas uma coisa e certa, o pulsar do meu coração

Sou a rosa em teu jardim que busca por teu cuidado

Quero ser a mais bela, te cercar por todos os lados

 

Queria um pouco de sorte e menos ciúme

Um pouco mais de toque e menos costume

Gostaria de um pouco mais, menos confusão e mais paz

Queria equilíbrio, controle pra mim

Quero em você ansiedade e muita mais sede por mim

 

Ciúmes eu tenho e me condene por isso

Sou ciumento até a alma, mas vivo preso a minha calma

Tenho ciúmes por te amar, me encontrei em teu olhar

Sou verdadeiro e não posso mentir, tenho ciúmes e isso é o que me faz existir

 

Manaus, 29 de março de 2010 | by: Sr. Patrono

Anúncios