Alma

Manaus, 30 de maio de 2013

Me belisque por favor me faça sentir outra dor!

Eu não aguento mais viver esta nostalgia longe de você, tua distância me faz em silêncio perecer

Minha alma esta rasgada, dilacerada, morta longe de ti

Me sinto caindo, me sinto afogando, me sinto morrendo gota a gota, como os segundo marcados por este ponteiro que não para de girar

 

Alma, energia divina, quem senti e faz sentir, o que acumula a ponto de explodir

Como um pano branco e imaculado, energia pura sem veneno algum

Como a noiva que por de trás do véu, guarda sua pureza, assim vive esta alma na imensidão do mar oculto de minha matéria

Alma faça minha matéria se mover, mostre ao mundo que ainda tenho vida longe de quem amo!

 

Meu semblante não expressa coisa alguma, com um toque fúnebre e censurado, sem destino caminho pra chegar

A dor espelhada em meu olhar quando lembro o tempo que como crianças nossas almas corriam e giravam no jardim desta paixão

Jardim de sentimentos, envolvidos estávamos, hoje nem lembranças me restaram, só o vazio do que arrancado foi do meu interior

 

Doloroso foi te perder para as circunstâncias, mais doido ainda foi acreditar que era o fim, que era sem volta, que trancada estava esta porta

Cruel foi te vê partir, vê você se distanciando, passo a passo, segundo a segundo, me deixando ali parado, como um pequeno floco de neve que mansamente vem caindo e aos poucos sucumbindo ao calor, se esvaindo, derretendo, transformando-se em vapor

Minha alma desolada, minha alma sem controle e emoção, minha alma esta morta, separada do teu coração

 

Você foi meu pequeno, você foi o meu grande, você foi o meu nada e do nada você foi o meu tudo

Você foi o sonho que vivi intensamente, você foi minha cura o que me deixou doente

Você foi e se passou, você foi o meu passado e no presente nada restou

Você é a mancha em minha alma, o nó na minha garganta, a dor da minha infância

 

Você foi, mas de ti em mim ainda muito se restou, sua presença é constante, vivido esta o meu amor

Minha alma é calma e paciente, minha alma sabe que esperar faz com que a distância se torne cada vez menor, sei que no fim dessa história viveremos, só!

Minha alma vive, por tantas vidas vivera, minha alma permanecer em seu canto sentada a te esperar

Minha alma tranquila como as águas de um riacho, minha alga te espera, espero o teu amor

Minha alma queima imortal, minha alma voa como um pássaro neste céu, não importam as circunstancia, minha alma canta no sobrenatural

Viverei pra sempre, por toda minha vida viverei, viverei a cada dia e por todos os dias te amarei

Escrito por: Maikon R. de Assis (Sr. Patrono)

 

Anúncios

Garantido o boi do centenário

Manaus, 13 de fevereiro de 2013

A terra treme eu posso sentir e a alegria do meu boi que vem me invadir

Meu coração pulsa em um ritmo acelerado, esta é a emoção de vê meu boi, meu Garantido o boi do centenário

Ele vem surgindo branco e imaculado, vem gingando vem meu boi o touro apaixonado

Sua marca e o coração, rei dos sentimentos, condutor desta paixão

Meu Garantido, meu amor, meu encantamento sem igual, meu Garantido, minha história imortal

Sou homem, eu sou mulher, sou a realidade, eu sou a fé

Sou a inocência da criança que acaba de nascer, sou a sabedoria de um velho que se vê

Sou a história, eu sou “100”, eu sou teu boi, eu sou alguém

Tenho nome, tenho identidade, sou o Boi Garantido, sou a tradição de verdade

Sou um eu sou milhão, eu sou forte, eu sou a emoção

Sou teu choro, sou teu riso, sou eu contigo até o fim e não vou me bandear, sou teu agora, teu desejo de brincar

Sou branco como a paz, sou vermelho como o sangue, sou de luz, eu sou paixão, eu sou em “100” anos a eterna tradição

Sou a miscigenação dos povos, sou teu boi guerreiro, sou lendário, sou boi-bumbá, sou Garantido o boi do centenário

Em cem anos de brincadeira e tradição, te agradeço Garantido por ser desta terra deste chão

Meu coração vibra ao te vê bailar, quero a cada dia minha vida em ti eternizar

Garantido tu me conheces bem em muitos anos tu tens me feito alguém

Minha lagrima acolheu e em meus sonhos veio brincar, por muitos anos me perdeu, mas agora veio me encontrar

Garantido o boi do centenário que em tua historia corra muitos calendário

Por toda minha vida eu vou te amar e levar tua bandeira, Garantido tu será minha maior carreira

O que sei é que pra sempre eu vou continuar, vou dançar, vou cantar tuas canções

Garantido o boi do centenário eterno, apaixonado, Garantido é meu boi, o meu amor, esta eu onde for, será pra sempre meu eterno amor

Escrito por: Maikon R. de Assis (Sr. Patrono)

Imagem comemorativa Garantido o boi do centenário http://www.boigarantido.com.br/

Imagem comemorativa Garantido o boi do centenário http://www.boigarantido.com.br/

Meu coração

Meu coração dói, chora desesperadamente, vive o que ainda não há entre a gente

Meu coração resiste, persiste no que sonha, vive noites e noites em claro com insônia

Meu coração é tão teimoso, tinhoso, mas forte, paciente, por te espera calmante

Meu coração luta pra não esmorecer, ele vive ansiando por ti ter

 

Ao olhar em teus olhos fiquei assim, tão desesperado fora de mim

Ao ver o teu sorriso meu mundo então parou, me deixando confuso, sem saber onde estou

Minha realidade agora é essa, sou um homem apaixonado, em tua teia entrelaçado

Minha vida agora se resume ao amor que sinto por você, ele é em que consiste o meu viver

 

Meu coração foi sábio ao escolher, mesmo que doa, a escolha é você

Meu coração é forte e agüenta, que bata o martelo, que se julguem, dêem sua sentença

Meu coração esta decidido, escolheu viver este amor bandido

 

Sonhar é tão bom, cantar é tão maravilhoso, mas sou de carne, de puro osso

Viver é bem melhor, mesmo que digam que viva só, vou viver, por te amar eu, vou permanecer

Farei o que sinto em fazer, mesmo que sofra, viverei esta paixão, deixarei que sofra se quiser meu coração

by: Sr. Patrono