Dor do amor

Eu não sabia, não fazia idéia que gostava de você assim, não sabia mesmo que teu pequeno mundo havia se tornado meu caminho sem fim

Eu não sabia que sabor tinha o amor e nem imaginava que em meio a tanta transparecia seu núcleo era de um mundo de tanta cor

Eu não sabia e agora entendo, estava bem melhor sem saber, como dói tanto no fim compreender

Dor do amor que me consome, dor do amor que me devora, dor do amor que não me deixa, dor que me perturba toda hora

Essa dor martela minha cabeça deixando meus nervosos à flor da pele, essa dor é forte, essa é a dor do amor que me rasga e me feri até a morte

Por mais que eu tente resistir e fingir que tudo esta bem, por mais que eu lute a cura não vem e me vejo perdido também

O número eu já apaguei, mas que idiota eu sou, não consigo excluir o histórico de mensagens, fotos e todas as outras lembranças que teu mundo me deixou

Você me enganou direitinho, com uma roseira linda e perfumada me chamou atenção, me fazendo cair nestes espinhos. Vejo sangue em minhas mãos

Dor do amor que não me deixa, dor do amor que abafa o pulsar das batidas do meu coração, dor inútil que não me leva a nada, dor que apaga as minhas pisadas deste chão

Dor absurda e como dói…

Mas sei que o que vi em você hoje se perdeu, mesmo que eu sofra vejo que em teus olhos teu mundo nunca foi meu

Isso me satura, mas consigo perceber, sei que no fundo nunca houve eu e você

Sou um idiota por querer mais de ti, como poderia esperar mais de uma pessoa que não sabe o que é sentimento, envolvimento, cumplicidade, quero que tu te percas neste mundo, tu e tua vaidade

Se não te amas e faz o que faz, como poderia me amar? Como poderia?

Tenho raiva de mim mesmo, pois no fundo sou culpado de todas as feridas, de todos os calos, sou culpado por me deixar levar pela beleza refletida nestas águas

Como “Narciso” estou morto, por vê tão inútil beleza, cai nesta profundeza

Mas ainda me resta tempo, ainda tenho um sustento, ainda tenho ar em meus pulmões, basta eu querer sobreviver, meu mundo ainda posso fazer valer

by: Sr. Patrono

Anúncios

2 comentários sobre “Dor do amor

  1. Muito lindas suas poesias srpatrono. Sua aspiração sãomaravilhosa fico muito feliz em lê sua poesias mil Beijinhos….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s