Doce sonho

Um dia eu olhei pro céu e pensei em voar, achei lindo via as aves na magia do ar a brincar

Os pássaros voavam e planavam suavemente, eles voavam e pareciam tão contentes

Um dia via o azul do oceano e imaginei quem neste mar se faz rei

De todas as riquezas vi meu coração, vi ele solto procurando o caminho em minhas mãos

 

Um dia em um campo verde vi flores se abrindo, vi em muitas cores meu jardim colorindo

Podia sentir o perfume, podia sorrir e me alegrar, via as flores com lindas cores estancar e saras minhas dores e meu coração podar

Em um susto eu vi cavalgar, solto um cavalo selva seu caminho a trilhar

Via a liberdade, em um momento de frenesi a verdade, queria mais força para vencer, muito mais força, vi em seu olhar a alegria de viver

 

Vi tudo em meu pedaço, vi que há mais vida onde há vida nesse espaço

Meu pedaço de terra, meu pedaço de mundo, meu embaraço

Vi que minha vida é um doce sonho, nele sou bem mais risonho

 

Sou meu pássaro no céu a voar, vivo neste doce sonho a planar

Sou as flores em meu jardim, sou estas flores que me dão tom e cores nesse mundo sem fim

Sou este cavalo selvagem em meu doce sonhe eu sou a cara eu sou a coragem e a seguir eu me proponho

 

Brinquei em quanto pude, brinquei de tudo, brinquei de bolinha de gude

Em minha infância em meu tempo de criança, brinquei em quanto todos me chamavam de esperança

Brincava até me cansar, eu brincava o dia todo, corria até o dia acabar

 

Meu mundo é uma fantasia, ainda me lembro quando ainda criança em meu mundo eu sorria

Não imaginava o que seria crescer, não podia perceber como seria, em que esse mundo se tornaria

Não tinha idéia, mas até desejava, por meu novo mundo eu ansiava

Doce sonho acabou! Hoje sou adulto minha vida se formou

Doce sonho mudou! Hoje em novos trilhos vou seguindo e não me vejo mais a voar, me vejo em passos curtos caminhar

Doce sonho, antes era tão bom tão gostoso de viver e achava que seria fácil crescer

Hoje sei que há bem mais, em minha vida meu doce sonho são fatos reais, mas são meus doces sonhos

Que queimam e fervilham meu dia, minha realidade, meu doce sonho, minha alegria

Sei que meus sonhos eram doces, tinham sabor de amor e esperança, pois sonhava e via o mundo pelos olhos de uma criança

by: Sr. Patrono

– Um poema para prestigiar o dia das crianças, para celebrar e lembrar o tempo em que éramos crianças, a cara da esperança, to tempo em que víamos tudo pelos olhos da inocência. Feliz dia das crianças!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s