Um sonho

Há muito tempo eu sonhei, fechei meus olhos e sonhei

Sonhei em viver uma vida que vi em uma revista, algo que enchia a minha vista

Sonhei em construir palácios, em ganhar o mundo, estar entre todos, mas foram só sonhos

Por muito tempo eu sonhei, sonhei em tocar as estrelas, em fazer parte deste mar, sonhei profundamente em o mundo conquistar

Tive vários sonhos e a cada novo sonho uma nova força pra continuar, a cada momento de minha vida eu permanecia a sonhar

Mas eu percebi que de sonhos não podia mais viver, que precisava de mais pra minha vida fazer valer. E eu te encontrei

Foi em um desses devaneios, em um desses momentos alheios que pude vê. E você estava tão próximo

Os sonhos nos erguem e nos põe de pé, a cada novo sonho me encontro a cara da fé

Mas o que precisava era de mais amor, nada de coroa, esteja eu com estes sentimentos seja onde for, que coisa boa.

Percebi que precisava amar o que estava ao alcance minha mão, tratar bem e renovar a esperança em meu coração

Percebi que precisava me apaixonar, me tornar louco e desesperado, buscar ansiosamente por mais força em teu amparo. E você sempre esteve comigo

Precisava estar cheio, completo por todo sentimento, estar sensível, me fazer um novo elemento

Deus me fez vê que não precisava sonhar pra conquistar a minha vida. Ela já havia sido me dada de presente

Entendi que possuía o que precisava que em meus sonhos eu me encontrava, mas tudo é bem real, pra minha vida o ideal

Me descobri em um papel, com a força da caneta me transformei neste senhor

Tradutor do amor, da expressão dos sentimentos, tive forças pra continuar sem precisar em transe eu entrar. Em ti eu me sustento

Entendi que podia escrever e que isso seria significativo

Percebi que eu saberia o que escrever, no momento certo, mesmo que viesse a doer

Me encontrei entre as palavras, elas me levam a onde eu sempre quis estar, em meus sonhos me faziam caminhar

Tive um sonho e hoje é minha realidade, mesmo que em sonhos se forme a humanidade

Tive um sonho e hoje ele esta aqui bem próximo, com todos os caminhos, com todas as voltas, ainda assim saberei qual é dessas portas

Neste mundo eu me torno, neste mundo eu sobrevivo, neste turbilhão de mundo eu resisto e vou continuar, por toda minha vida permaneço a sonhar

Mas não deixarei, em um instante virei rei e não permitirei que me engane

Por toda minha vida eu sonhei, mas hoje estou aqui no meu real, mas um novo sonho em minha vida, um sonho imortal

– Um Sonho nasceu no coração do Sr. Patrono, nasceu da vontade de voar sem ter asas, de saltar sem ter pernas, de gritar sem ter voz, nasceu da ânsia de viver a vida por completo, peça após pedaço.

– Após a concepção deste poema vi que ele era bom, que passava garra, a perseverança, a força, a vontade de luta, vi que ele nos levava a um nível perfeito pra continuar. E entendi que esse seria perfeito pra inscrever no 26º Concurso de Poesia Falada de Itacoatiara, um dos concursos promovidos pelo Festival de Canção de Itacoatiara (FECANI), que visa promover é estimular a cultura é a arte nacional e regional. O Sr. Patrono se inscreveu para concorrer com dois poemas de sua autoria “Amazonense e Um Sonho”, onde teve uma de suas obras classificas, “Um Sonho” foi contemplado a concorrer no 26º CONPOFAI.

Maikon R. Costa de Assis

Sr. Patrono

Anúncios

Um comentário sobre “Um sonho

  1. Pingback: Vivendo “Um sonho” « Sr. Patrono Contos & Poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s