Incerto

Sinto o vento soprar balançando meus cabelos, este vento sopra me despedaçando pelo mundo inteiro

Vejo as ondas se partirem e as águas subirem, quero poder me banhar nestas águas, deixar com que a lua me mire

O sol brilha a cada manha iluminando meu dia, traz luz aos meus olhos me fazendo sair desta nostalgia

Vejo as estrelas no céu, vejo pessoas a minha volta, vejo tantas, qual desta é a porta?

 

Os sonhos vêm um após o outro, a cada noite não param, eles vem sem qualquer esforço

Vejo a vida viver com dificuldade, vejo a mentira sorri da dona verdade

Tudo é tão incerto, paro e me vejo perdido em um grande deserto

Incerto está meu coração, perdido, confuso, contemplado em tuas mãos

Incerto em meus desejos, em meus anseios, viver me faz assim, inseguro, incerto de mim

 

Corro pelo mundo inteiro, vou a onde for, procuro por esta cura, o silencio pra esta dor

Tudo é tão incerto, os sonhos nada dizem, e nada me mostram

Me vejo como uma arvore nua desolada, em tudo só atrapalha

Mas encontrei…

 

Encontrei em ti a razão, a paz pra meu coração

Em ti eu achei, achei a cura pra dor, em ti olhar outra vez

Eu encontrei o sentido o rumo da vida, e agora vou persistir, prometo da vida não vou desistir

O que era incerto hoje se tornou seguro, firme em mim

 

Descobri que o preciso é amor, que preciso estar contigo

Descobrir que vivo o que for que quero mais…

Voarei como um pássaro e bem longe pousarei, no mais alto de tudo eu estarei

Te amarei primeiro, te amarei pra sempre, mesmo que seja incerto que haja tudo entre a gente

by: Sr. Patrono

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s