Dois lados

Há muito tempo não via a vida desta maneira, não via nada, só subia ladeiras

Era duro estar aqui, viver era um sufoco, nem uma sombrinha, zero água de coco

Meus pés doíam, meu coração batia lentamente, sozinho, mas com tanta gente…

Mas aprendi a ver valor no que antes era seco e sem sabor

Hoje tenho mais do que uma sombra ou água pra me refrescar, tenho a sorte de saber o que é amar

Sonhava tanto com isso, desejava tanto, e hoje sou feliz, vejo os dois lados

Dois lados de uma moeda existem mais que a sorte pode-me da

Dois lados da dor, a ausência do que já se foi, do que de carne se saciara

Dois lados, amor e ódio, sorte é azar, alegria é tristeza, viver não é fácil, quem disse que é moleza?

Sei que tenho que aprender a enxergar, a vê mais do que meus olhos podem me mostrar!

Preciso saber quando parar, preencher ate a medida, saber quando o beco é sem saída

Preciso entender que pra tudo há uma metade, da luz tenho a escuridão

Veja, veja agora coração!

Preciso saber que existem dois lados da moeda, existe mais pra mim aqui nesta terra

Se eu olho em teus olhos eu vejo mais, vejo um mundo de guerra pedindo paz

Se toco tua pele sinto teus músculos rígidos, estas muralhas que caem que roem e desabam os planos pro mundo que se acabam

Hoje sei e compreendo, sei por que, por que esta morrendo

É a vida, não há outra saída

É pra mim e pra você, deixa que a vida se encarregue de morrer

by: Sr. Patrono

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s